Não existe nada mais triste do que essas coisas de dar a volta por cima e essas coisas de tocar o barco e essas coisas de sacudir a poeira e essas coisas medonhas que a gente fala ou pensa ou ouve.

Tati Bernardi (via t-a-q-u-i-c-a-r-d-i-a)

30th July, WednesdayReblog
Preciso admitir, sou muito irônica, e grossa as vezes, um pouco meiga de vez em quando. Gosto do meu lado apaixonada, mas quase nunca aparece. E meu lado safado chega a me assustar. Protetora e ciumenta ao extremo. Tenho um gênio difícil e um temperamento forte. As vezes sou barraqueira, outras, calma até demais. Dura como uma pedra e frágil como um vidro. Um poço de orgulho, e mais conhecida como a rainha do drama, essa sou eu. E sabe o que mais me assusta? Ainda tem gente que gosta.

Tati Bernardi.     (via autorias)

(Source: recitarpoesias)

30th July, WednesdayReblog
My head aches and I am sad.

Fyodor Dostoevsky, from The Brothers Karamazov (via violentwavesofemotion)

8th July, TuesdayReblog
Não vou atrás de ninguém. Não mais. Ontem eu quis desesperadamente a sua companhia lá naquele banco da praça, quis ficar ali com você a noite toda se pudesse. E quando fui embora pensei em te ligar, dizer pra voltar amanhã, vir me fazer sorrir. Mas não. Hoje eu acordei e pensei que seria melhor não, eu não quero me apegar em ninguém, não quero precisar de ninguém. Quero seguir livre, entende? Mesmo que isso me faça falta, alguém pra me prender um pouquinho. Vou me esquivar de todo sentimento bom que eu venha a sentir, não levar nada a sério mesmo. Ficar perto, abraçar de vez em quando, sentir saudade, gostar um pouquinho. Mas amar não, amar nunca, amar não serve pra mim.

Caio Fernando Abreu.  (via autorias)

(Source: acrescentada)

5th July, SaturdayReblog
Talvez nem era pra ser, ou talvez era pra ser mas a gente não soube fazer dar certo. Talvez era só pra durar esse pouco que durou, ou talvez era pra durar a eternidade.

Caio Augusto Leite.  (via autorias)

(Source: acrescentada)

5th July, SaturdayReblog
Partes de mim querem ir embora, partes de mim querem ficar. Ainda não terminei de gostar de você. Mas consegui. Agora fui. Porque comecei isso querendo ser sua companheira, passei a cúmplice das suas maldades, e ficar dessa vez vai me fazer sua comparsa. Não é um ‘até amanhã’ nem ‘até breve’ e nem ‘até mais’. É um ‘até você mudar’ ou ‘até você não ser mais quem você é’. Até nunca, então.

Gabito Nunes. (via autorias)

(Source: acrescentada,tumblr.com)

5th July, SaturdayReblog
A gente sempre deixa de cuidar do que já tem na mão.

Cícero.  (via autorias)

(Source: acrescentada)

5th July, SaturdayReblog
Ninguém me conhece.
Só sabem a cor dos meus olhos, não o que eles já viram.

Máh Soares. (via separadoss)

(Source: nobroke)

5th July, SaturdayReblog
Mas percebi que inevitavelmente o tempo passa e as pessoas mudam e as lágrimas secam e você começa a se reerguer devagar.

Clarissa Côrrea (via cerimoniais)

(Source: inverbos)

5th July, SaturdayReblog
Você já se sentiu tão magoado e decepcionado a ponto de nem conseguir chorar?

O Diário de Katherine. (via autorias)

(Source: persistia)

5th July, SaturdayReblog
Se ame em primeiro lugar. Descubra o que é amor próprio e quem sabe depois de um tempo, você crie maturidade suficiente pra dizer o que estar apaixonado.

Pedro Pinheiro.   (via autorias)

(Source: versificar)

5th July, SaturdayReblog
Amor não acaba. Filmes acabam, balas acabam, dias acabam, beijos acabam, noites acabam, chocolate acaba, o assunto acaba, a paciência acaba, a vontade acaba - desejo diminui. Mas o amor não. Ele entra em coma, fica fraco, doente e, se for o caso, morre. Amor não é um sentimento, um fato, um objeto. Amor é uma vida, é algo que sai da compreensão humana, científica, racional. Amor não começa e acaba. Amor nasce e morre.

Anônimo.   (via autorias)

(Source: verborragias)

5th July, SaturdayReblog
Todos riem… Mas eu não queria tantos risos. Eu queria um sorriso apenas. Um só. Queria estar quieta e ver alguém aproximando-se, olhando nos meus olhos… Sorrindo… Eu sorriria de volta, e nada mais precisaria ser dito…

A Marca de Uma Lágrima (via autorias)

(Source: conter-se)

5th July, SaturdayReblog